Sorocaba registra crescimento no nível de emprego, aponta Ciesp

O levantamento mensal realizado pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) revelou que o nível de emprego industrial na região de Sorocaba (SP) – composta por 47 municípios – apresentou um resultado positivo no mês de julho deste ano. A variação ficou em 0,36%, o que significou um aumento de aproximadamente 400 postos de trabalho.

No ano de 2012, o acumulado é de -1,15%, o que demonstra uma redução de aproximadamente 1.250 postos de trabalho. Nos últimos 12 meses, o acumulado é de -2,84%, representando uma perda de aproximadamente 3.100 postos de trabalho.

O índice do nível de emprego industrial da Diretoria Regional do Ciesp em Sorocaba foi influenciado pelas variações positivas dos setores de Máquinas e Equipamentos (6,72%), Veículos Automotores e Autopeças (1,15%), Produtos de Borracha e de Material Plástico (1,11%) e Produtos de Metal, exceto Máquinas e Equipamentos (0,36%), que são setores que mais influenciam o cálculo do índice total na região. O resultado só não foi melhor devido à variação negativa do setor de Produtos Alimentícios (-1,33%), que também influencia o calculo do índice.

Em junho, o G1 conversou com o 1º vice-diretor do Ciesp Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, para repercutir dados do Cadastro Geral de Empregos e Desempregos (Caged). No mês, a pesquisa registrou o primeiro saldo negativo em um comparativo entre as contratações e demissões. Os principais setores responsáveis pela queda da época foram as indústrias e os comércios. A indústria contratou 1.675 trabalhadores e demitiu 2.094, com queda de 0,65%.

Apesar da diferença entre os levantamentos, uma vez que o Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – aborda o saldo entre contratações e demissões em todos os setores e a do Ciesp analisa o cenário industrial, é possível estabelecer um comparativo. Para Erly, o cenário seria mesmo de estabilização, com crescimentos pouco significativos. “Dois terços da economia de Sorocaba são focados na indústria. Isso acaba refletindo no comércio, na construção civil, o que desacelera o crescimento da cidade”, analisa o 1º vice-diretor.

A tabela abaixo, desenvolvida pelo Ciesp, mostra o comportamento setorial dos meses de julho de 2011 e 2012 e o acumulado em 12 meses.





Descrição jul/11 jul/12 Ano 12 meses
Produtos alimentícios -1,51 -1,33 -4,19 -10,76
Bebidas 0,51 0,54 10,56 12,68
Produtos texteis 0,00 2,09 -7,58 -28,22
Confecção de artigos do vestuário e acessórios -0,18 -0,36 -2,07 4,22
Produtos de madeira -2,26 -2,93 -10,05 -14,91
Celulose, papel e produtos de papel -0,18 -1,79 -4,20 -2,66
Impressão e reprodução de gravações 1,51 4,18 -10,44 -11,47
Produtos químicos 3,71 0,33 -0,44 3,88
Produtos farmoquímicos e farmacêuticos 0,00 0,00 0,00 0,00
Produtos de borracha e de material plástico -1,53 1,11 -1,53 -5,71
Produtos de mineirais não-metálicos 0,30 0,36 1,03 2,32
Metalurgia -2,11 -4,64 -15,24 -17,86
Produtos de metais, exceto máquinas e equipamentos 0,31 0,00 -0,61 -4,99
Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos 3,98 -0,57 -9,75 -20,97
Máquinas, equipamentos e materiais elétricos -0,26 0,05 -0,92 1,57
Máquinas e equipamentos 1,40 6,72 23,98 45,82
Veículos automotores e autopeças 0,34 1,15 2,98 2,12
Móveis -1,74 1,27 5,84 8,29
Produtos diversos 3,09 0,53 -3,61 -11,00
Total diretoria regional 0,11 0,36 -1,15 -2,84

Fonte: G1

Sorocaba registra crescimento no nível de emprego, aponta Ciesp
4.8 (96%) 50 voto[s]




Deixe seu comentário